Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Rastreabilidade de Produtos Sujeitos a Logística Reversa

Defendemos a rastreabilidade e monitoramento remoto em razão da necessidade de saber em que local é que um produto se encontra na cadeia logística. Em termos práticos, saber “o que?”, “de onde?” e “para onde”? o produto pós-consumo é destinado.

O rastreamento é uma forma estruturada e organizada de obter informações detalhadas e transparentes de todos os resíduos encaminhados à destinação final. O controle dessa rastreabilidade deve conter as informações do gerador, tipo de resíduo, volume e informações da transportadora que realizou a destinação.

O objetivo principal deste processo é manter volumes adequados para que a cadeia produtiva tenha sua capacidade máxima atingida, bem como zelar para que o desenvolvimento econômico seja estimulado de forma a se conciliar com a proteção do meio ambiente e a proteção e defesa do consumidor, garantindo que atividades potencialmente poluidoras sejam fiscalizadas e acompanhadas.

A rastreabilidade é a forma que a empresa tem de acompanhar o destino dos resíduos, avaliar com antecedência o histórico legal de cada cliente e gerenciar o banco de dados com informações atualizadas sobre a movimentação das cargas.

Uma das ferramentas usadas para monitorar o transporte e a destinação de resíduos em alguns Estados é um certificado/manifesto/autorização de transporte de resíduos. Para o transporte, a lei determina que toda vez que os resíduos forem levados para o destino final, a carga tem que ser acompanhada por um certificado/manifesto/autorização de transporte de resíduos. O documento é emitido e preenchido pela própria empresa que, uma vez por ano, entrega o relatório para o órgão ambiental competente.

A responsabilidade pelo transporte de resíduos é do empreendedor que constar na nota fiscal. Ele deve possuir a Licença de Operação onde constará toda a sua frota. Portanto, não é permitido utilizar veículos de terceiros que não constem na frota de sua licença.

A rastreabilidade é uma ferramenta que permite, ao gestor e ao gerador, o acompanhamento e controle do gerenciamento dos resíduos, garantindo que os ciclos do gerenciamento de cada resíduo sejam finalizados dentro dos prazos legais e metas planejadas.

Além disso, a emissão de certificados como documentos comprobatórios são importantes no momento de auditorias e prestação de contas, também são essenciais para empresas que buscam fornecedores habilitados e que respeitem as leis ambientais. O gerenciamento dos certificados e a rastreabilidade através deles possibilita uma interação imediata com o acompanhamento e localização de cada resíduo, além de gerar transparência no trabalho da empresa que emite o certificado e da empresa que gerou o resíduo, garantindo agilidade no ciclo do processo.

Por meio da iniciativa de ter uma boa rastreabilidade, toda a documentação da cadeia produtiva dos resíduos de logística reversa é catalogada em tempo real, o que garante a manutenção do histórico dos resíduos gerados e o acompanhamento de todas as movimentações. A rastreabilidade dos resíduos é um diferencial dentro do processo de coleta, por isso, é preciso ter controle de 100% do caminho dos resíduos, desde a entrada do material até seu destino final, o que garante ao gerador do resíduo e ao cliente final a segurança, legalidade e a sustentabilidade do processo.

O impacto ambiental da rastreabilidade nas operações de logística reversa traria credibilidade e eficiência ao sistema de fiscalização, dando subsídios as autoridades para eventuais autuações.

A facilidade em determinar qual dos elos da cadeia de logística reversa cumpriu ou deixou de cumprir com suas obrigações do fluxo reverso do produto pós-consumo traria segurança a aplicação das sanções previstas legalmente.

Sempre que tivermos novidades, você receberá no seu email.

Deixe um comentário

Mais Artigos

Receba nosso conteúdo direto no seu email!

Siga me nas Redes Sociais